Cartórios de Protesto Curitiba oferecem atendimento gratuito na Feira da Cidadania

Ação do Governo do Estado do Paraná no bairro Cajuru contou com a participação dos cartórios de protesto da cidade

Foram mais de 150 atendimentos prestados à população com a ação social do Protesto de Curitiba na Feira da Cidadania, promovida pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Estado do Paraná, nesta quarta-feira (03), no bairro Cajuru, em Curitiba.

Os Cartórios de Protesto de Curitiba ofereceram serviços como consultas gratuitas, orientação às pessoas que estão protestadas, informações e esclarecimentos em geral, tanto para o devedor como para o credor. A procura pela especialidade extrajudicial seguiu intensa durante todo o evento, já que os Cartórios de Protesto atuam como um instrumento de pacificação social e intermediam uma aproximação entre credor e devedor de forma imparcial.

Para Gabriela Lucena Andreazza, titular do 3º Tabelionato de Protesto de Curitiba, “os cartórios de protesto de Curitiba ficam felizes com a oportunidade de se aproximarem da população e desmistificarem a ideia de que a atividade é complicada e burocrática” afirmou.

Andreazza salientou que em ações sociais como essa é possível ouvir as demandas da população. “Essas pessoas estão preocupadas com o “nome sujo” e anseiam por informações sobre como restabelecer sua imagem creditória” concluiu.

A Feira da Cidadania ofereceu diversos serviços à famílias carentes como cadastro na Agência do Trabalhador e intermediação de empregos; atendimento do Tribunal de Justiça do Paraná; emissão de documentação; cadastro em programas sociais do Governo Federal; atendimentos relacionados à infância, juventude e pessoa idosa; à saúde e bem estar, além de atividades culturais.

Thiago Martins de Oliveira, titular do 5º Tabelionato de Protesto de Curitiba afirmou que a ação deu a oportunidade de atender e orientar à população, de forma simplificada, e demonstrar que resolver suas pendências por meio dos Cartórios de Protesto não é burocrático. “A participação do Protesto Curitiba firma um compromisso para com a inclusão social, por meio de um atendimento individualizado e mais humanizado”, disse.

Uma das organizadoras da ação, Rejane Ghilardi destacou que a participação do Protesto Curitiba foi muito importante para atender as demandas da população. “O Protesto teve muito procura porque muitas pessoas não sabem como utilizar os serviços, foi excelente porque foi muito explicativo, foi fácil. Temos que ter os cartórios de protesto participando de todas as nossas edições”, concluiu.

José da Silva Junior, um dos participantes do evento, fez a consulta gratuita e resolveu algumas questões. “Ter esse serviço mais perto da população, nos bairros, é ótimo. Eu procuro andar sempre em dia, então ter essas informações aqui de fácil acesso ajuda muito”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *